Se você quiser cooperar economicamente com este serviço à Igreja...

Ou Itau ag 8552 cc 06984-4 (...) Bradesco ag 093 cc 0172396-0 (...) cpf 696744368-68

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Mt 16.24-27


Sonhar, tendo a escuridão como ambiente, é sempre pesadelo.

É preciso dizer não a esse desvario.

Tomar a cruz é exorcizar, de si, o ambiente da escuridão com seus pesadelos travestidos em sonhos.

Jesus nos aparece na escuridão para nos levar para o ambiente da luz.

Seguir Jesus para o ambiente prometido é abrir mão dos pesadelos da escuridão.

O que seria absolutamente fácil, se eles não nos viessem como sonhos e idílios.

Seria absolutamente fácil, se por detrás destes não houvesse uma máquina eficiente a nos amedrontar com a perda do nada, que a máquina fez parecer ser tudo.

Seria absolutamente fácil, se nós mesmos não vivêssemos a alimentar e a nos alimentar desse nada, como se tudo dependesse disso.

E o vil vira valor; o mal vira poder; o vão vira propósito; a morte vira instrumento; a possibilidade da guerra vira paz; a desigualdade vira mérito; a mentira vira notícia; a manipulação vira informação; a blasfêmia viria ciência; a soberba vira educação; a vaidade vira virtude; a prisão vira liberdade; a riqueza vira patrimônio; a miséria vira realidade.

Jesus se apresenta, dá o seu testemunho: eu vim da luz! As provas que apresenta são as profecias, as suas palavras, a sua vida de desapego e de serviço, a sua morte para tudo isso, e a sua ressurreição.

Ele diz que a glória não é daqui, mas, pode se manifestar aqui. Que a glória ainda há de vir, mas ele a tornará passível de ser demonstrada agora. Ele diz que tentar se achar aqui é se perder de vez. Ele diz que se perder daqui, por ter sido achado por ele, é se encontrar para sempre.

Ele diz que é preciso morrer para a ilusão para viver a verdade; que é preciso viver na verdade para desmascarar a ilusão; que só o amor denuncia o ódio; que só a vida desmascara a morte.

"e quem perder a vida por minha causa acha-la-á" Jesus de Nazaré, o Cristo.