Se você quiser cooperar economicamente com este serviço à Igreja...

Ou Itau ag 8552 cc 06984-4 (...) Bradesco ag 093 cc 0172396-0 (...) cpf 696744368-68

sábado, 1 de maio de 2010

O Dia do Trabalhador

E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito
Deus é um trabalhador/a. A Bíblia começa com o trabalho de Deus, e o seu respectivo descanso. Deus trabalha, logo, o trabalho é o que existe de mais digno, Deus descansa, logo, o mérito do trabalhador é indiscutível, o trabalhador é maior do que o seu trabalho.
Depois, disse Labão a Jacó: Acaso, por seres meu parente, irás servir-me de graça? Dize-me, qual será o teu salário?

O/a trabalhador/a é quem estabelece a sua remuneração. A Bíblia diz que cabe ao trabalhador/a estabelecer o valor do seu trabalho. É o trabalhador/a que sustenta a sua dignidade, que não lhe é um favor, mas um mérito.

Se não fora o Deus de meu pai, o Deus de Abraão e o Temor de Isaque, por certo me despedirias agora de mãos vazias. Deus me atendeu ao sofrimento e ao trabalho das minhas mãos e te repreendeu ontem à noite.

O trabalhador tem de participar do lucro. A Bíblia não concebe uma sociedade injusta, onde o trabalhador/a não desfruta do resultado de seu trabalho, para além do salário, tem direito a participar de todo o processo que produziu.

Seis dias farás a tua obra, mas, ao sétimo dia, descansarás; para que descanse o teu boi e o teu jumento; e para que tome alento o filho da tua serva e o forasteiro.

Toda a criatura é digna em si. A Bíblia entende que todo a criação tem direito ao descanso, à recuperação. Nenhuma criação deve ser exaurida, todos os limites e processos devem ser respeitados.

Não oprimirás o teu próximo, nem o roubarás; a paga do jornaleiro não ficará contigo até pela manhã.

Salário não é moeda de especulação. A Bíblia classifica como sagrada a paga do trabalhador, a tempo e a hora, de modo que ele seja o privilegiado na administração de qualquer negócio.

Pois a Escritura declara: Não amordaces o boi, quando pisa o trigo. E ainda: O trabalhador é digno do seu salário.

O trabalhador/a deve ser o primeiro. A Bíblia defende que o/a trabalhador/a deve ser o primeiro a desfrutar do resultado de seu trabalho.

A sociedade da Bíblia é uma cooperativa, onde todos trabalham por todos, onde o valor é o ser humano, o mérito é o trabalho e o referencial é o trabalhador/a.

Que o Deus Trabalhador/a: Pai, Filho e Espírito Santo vos abençoe com o reconhecimento da dignidade a que fazeis jus. Que sua graça, seu amor e sua consolaçao seja convosco. Que a Trindade vos abençoe e vos guarde, que faça resplandecer o rosto sobre cada um de vós, trabalhador/a. Que a Trindade sobre vós levante o rosto e vos dê Paz.