Se você quiser cooperar economicamente com este serviço à Igreja...

Ou Itau ag 8552 cc 06984-4 (...) Bradesco ag 093 cc 0172396-0 (...) cpf 696744368-68

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Mt 16.28-17.8


Mt  16.28-17.8

Jesus havia prometido que alguns de seus alunos não passariam pela morte, até que o vissem vir no seu reino.

Seis dias depois do dito, ele levou três de seus discípulos e foi transfigurado diante deles: seu rosto brilhou como o sol e as suas roupas ficaram brancas como a luz. A glória dele glorificou a sua vestimenta.

E Jesus transpôs as dimensões, foi ao mundo  que é só espiritual. Apareceram Moisés e Elias e conversaram com ele.

Os discípulos viram isso, ficaram empolgados, queriam ficar por lá mesmo, Eles sugeriram construir três tabernáculos, um para Moisés, outro para Elias, e um terceiro para Jesus.

Os discípulos não se deram conta de que não estavam no monte, tinham, por ato de Jesus, transposto a fronteira, não foram Moisés e Elias que vieram até onde estavam os discípulos, os discípulos é que foram até onde eles estavam.

Enquanto cogitavam a construção dos três centros de adoração, uma nuvem de luz os envolveu, e ouviram a voz do Pai, dizendo sobre Jesus: “Este é o meu filho amado, que me dá alegria, a ele ouvi.”  Em outras palavras: só ao meu Filho adorai. E os discípulos passaram a ver só o Senhor.

Por que esta experiência significou, para os discípulos, ter visto Jesus vindo no seu reino?

Primeiro, deve ser salientado, que é Jesus vindo no seu reino, não o reino de Jesus vindo na sua glória. Portanto, é Jesus vindo na sua autoridade.

Então, vamos aos detalhes, do que os discípulos viram:
i-               só Jesus tinha glória própria, e sua glória mudou as suas vestes, purificando-as, as vestes ficaram brancas como a luz. Jesus tinha a glória, e, glória muda as circunstâncias, dando-lhes condições que não possuíam.
ii-             Moisés, o profeta que comunicou a lei de Deus, e Elias, o profeta  que executou a correção de Deus, vieram falar com Jesus. Falaram como quem instrui, ou como quem presta relatório?  Falaram como quem presta relatório, porque o Pai disse  que é o filho quem deve ser ouvido. Se Isso era verdade para os discípulos e fora verdade para Moisés e Elias.
iii-            Viram outra luz, como a de Jesus, ela estava numa nuvem que os envolveu, e alguém que, aparentemente estava na nuvem, falou com eles, e era o Pai; e o Pai disse que só o Filho devia ser ouvido. Naquele dia os discípulos descobriram a quem Moisés, e Elias, representando a todos os profetas, haviam ouvido. Naquele dia, descobriram que a Lei e os Profetas estavam a serviço da Graça.

Quando ficaram só com Jesus, voltando para a realidade que a queda humana gerou, finalmente,  viram Jesus vindo no seu reino. Agora sabiam que fora ele desde sempre, que Moisés e Elias com todos os profetas eram servos dele, e que ele veio com toda a sua autoridade, para completar a obra do Pai e promover a libertação e a restauração de toda a criação.